Laudo De Acordo com a NR-13

LAUDO DE VASO DE PRESSÃO DE ACORDO COM A NR-13 DO MINISTÉRIO DO TRABALHO

A HC SERVIÇOS, atráves de seus engenheiros habilitados, está apta a executar a inspeção de seu compressor, emitindo laudo e toda documentação necessária para que sua empresa possa se adequar às normas NR-13 do Min. Do Trabalho, desta forma evitando risco para seus colaboradores e multas ou sanções pelas autoridades competentes.

CONSULTE VALORES PARA EMISSÃO DE 1 OU MAIS LAUDOS COM PREÇO SUPER ESPECIAL !!!

Conheça abaixo um pouco mais sobre as principais NORMAS DE SEGURANÇA de fabricação de vasos de pressão adotadas pelo fabricante SCHULZ COMPRESSORES S.A.

O uso de ar comprimido como energia é dos mais amplos e complexos. Praticamente todas as atividades humanas que envolvem projeto, execução, produção e manutenção, sem exceções, necessitam do ar comprimido como solução prática, segura e eficaz em seus procedimentos usuais. Entre as muitas razões desta ampla difusão do uso deste recurso energético, poderíamos citar as mais evidentes:

  • O desenvolvimento tecnológico de geração do ar comprimido nas últimas décadas, tornou este recurso cada vez mais acessível.
  • Evoluiu-se igualmente muito nas técnicas de tratamento como filtragem, secagem e distribuição do ar comprimido.
  • São vastíssimos os recursos em dispositivos para aplicação e melhoria da eficiência e segurança desta forma de energia.
  • O conceito de automação industrial instituiu a pneumática como principal parceira da eletrônica, para produção de máquinas operatrizes de alta eficiência.
  • A transformação de energia elétrica em energia pneumática multiplica os benefícios e subtrai os custos.
  • O ar comprimido é a forma de energia ecologicamente correta, por ser renovável, não poluente, além de dispensar os caros procedimentos de reciclagem (tratamento de efluentes).
Laudo De Acordo com a NR-13

Normas de Segurança para Vasos de Pressão

Como toda forma de energia, seus sistemas de geração e manuseio estão naturalmente sujeitos a normas diversas, que regulamentam estes procedimentos, visando práticas seguras e confiáveis. O surgimento destas normas data do final do século XIX e se deu por iniciativa das companhias seguradoras americanas, cujo lucro e patrimônio estavam ameaçados pelos pesados custos dos sinistros que, na época, aconteciam principalmente com as caldeiras a vapor, mais precisamente nas locomotivas e navios. O alto custo das apólices indenizadas obrigou-os a criar diversas normas de conformidade, para padronizar a produção de máquinas, equipamentos, construção civil, construção naval e outros segmentos direta ou indiretamente ligados à propriedade e patrimônio cobertos pelos seguros. Algumas destas normas e certificações garantem a segurança do equipamento durante as fases de projeto, fabricação, instalação e manutenção; outras, especificam como o sistema de produção deve funcionar. Normas como o Código ASME são reconhecidas e respeitadas internacionalmente, servindo como referência de qualidade e segurança a todo fabricante de equipamentos afins. A NR 13 é uma norma de abrangência e circunscrição no território nacional. Obviamente, reforça a qualificação de quem a segue, não dispensando entretanto as demais, que se aplicam ou são exigidas para cada país, segundo sua legislação.

Como maior fabricante de compressores de ar da América Latina e fornecedora destes produtos para o Brasil e para outros 52 países, a SCHULZ S.A. não poderia alienar-se destes cuidados, por seu exigente padrão de qualidade e, obviamente, também pelo respeito a seus parceiros e consumidores. Por isso, em nossas linhas de produção, desde a aquisição de matéria-prima até os processos de transformação e produção, nossos procedimentos e produtos são submetidos com rigor às principais normas conhecidas e exigidas, tanto do Brasil como de outros países. Vale salientar, entretanto, que estas normas não se limitam aos procedimentos do fabricante. A NR 13, por exemplo, tem sua continuidade e extensão ao usuário de compressores de ar, fazendo-se necessária uma orientação quanto à sua definição e aplicação, expondo com mais clareza o papel dos usuários na sua continuidade e manutenção. A seguir, faremos uma resumida definição e orientação aos nossos consumidores das normas que tornam os produtos SCHULZ os mais seguros, seguidas de breve orientação para os procedimentos dos nossos clientes, segundo estas normas.

Laudo De Acordo com a NR-13

Determina regras de segurança para projeto, fabricação, instalação e conservação de caldeiras e reservatórios de pressão em todo país. Segundo a NR 13, todo vaso de pressão deve ser projetado e produzido conforme algum código de projeto de uso consagrado e confiável. Os projetos e fabricação de vasos de pressão SCHULZ estão baseados no código ASME. Considera-se vaso de pressão todo equipamento que contenha fluído sob pressão interna ou externa. Existem várias categorias destes equipamentos, de acordo com o tipo de fluído que armazenam, e são classificados em grupos. A NR 13 exige que todo vaso de pressão tenha uma plaqueta de identificação com as seguintes indicações:

  • Código de projeto e ano de edição.
  • Nome do fabricante.
  • Pressão máxima de trabalho admissível (PMTA).
  • Pressão de teste hidrostático.
  • Número de identificação e categoria do vaso.
  • Ano de fabricação.

Tão importante quanto a plaqueta de identificação é a emissão de Pontuário de Vaso de Pressão para todos os reservatórios. Este documento, fornecido pelo fabricante, deve ser guardado cuidadosamente, pois constitui um dos documentos exigidos pela NR 13 e, quando solicitado, deverá ser apresentado à autoridade do Ministério do Trabalho ou orgão fiscalizador competente, sob risco do estabelecimento usuário sofrer notificação, multa ou até perda do alvará de funcionamento. As informações mínimas que devem constar no prontuário são as seguintes:

  • Código de projeto e ano de edição
  • Especificação de materiais utilizados.
  • Procedimentos utilizados na fabricação, montagem, inspeção final e determinação da PTMA.
  • Conjunto de desenhos e demais dados necessários para o monitoramento de sua vida útil
  • Dados dos dispositivos de segurança
  • Características funcionais.
  • Ano de fabricação
  • Categoria do vaso.

A SCHULS S.A. segue rigorosamente as especificações ASME para projeto e produção de seus reservatórios de ar. Isto significa que tanto os materiais empregados como os processos são o que há de melhor disponível tecnologicamente para este fim. Levando-se em conta as exigências de esforço destes equipamentos e também a insalubridade de certos ambientes e hostilidade de determinadas aplicações dos compressores de ar, é necessário prever e determinar um período de vida útil segura do vaso de pressão. O usuário final deve seguir as determinações previstas na NR-13 quanto à instalação, manutenção e operação do vaso de pressão (reservatório de ar comprimido). A vida útil de um vaso de pressão depende de vários fatores que contribuirão para sua determinação. Este aspecto deverá ser monitorado e estabelecido pelo profissional habilitado, de acordo com a NR-13. A segurança dos reservatórios de ar e separadores de condensado SCHULZ, portanto, dependerá sempre da continuidade das inspeções e testes de segurança exigidos pelas normas, assistidos por responsável técnico, sem importar o tempo de uso do produto.





DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA VASOS DE PRESSÃO

Algumas empresas, por terem normas de segurança peculiares às suas atividades e também por iniciativa própria, são mais exigentes nos cuidados com equipamentos e materiais que possam representar risco às suas operações e principalmente ao seu maior patrimônio, que é a vida humana. Por isso, são extremamente exigentes e seletivas quanto ao respaldo de qualidade dos fabricantes de produtos utilizados em seus procedimentos. Nestes casos, podem solicitar eventualmente ao fornecedor documentação mais abrangente sobre os reservatórios de ar, a fim de comprovar a origem confiável destes equipamentos para suas comissões internas e também para eventuais fiscalizações. Estes documentos são: o DATA BOOK e DATA REPORT. O documento que melhor supre esta necessidade é o DATA BOOK (livro de dados). Ele reúne cópias de todos os registros de fabricação e certificados de materiais utilizados durante o processo de produção, que permitem a completa rastreabilidade dos mesmos e também da mão-de-obra envolvida na fabricação dos vasos de pressão.

Os clientes que necessitarem do DATA BOOK deverão solicitar ao departamento técnico da SCHULZ S.A., indicando o número de série do reservatório, data de compra e número da nota fiscal, no caso de compressor novo e ainda não instalado. Para produtos já em uso, os técnicos da SCHULZ poderão requisitar informações e comprovações complementares.

Em caso de extravio, este prontuário deverá ser reconstituído, com todas as características do original (2ª via), com responsabilidade técnica do fabricante ou de profissional habilitado (conforme definido no item 13.1.2). Esta exigência da NR 13, que fica por conta e responsabilidade do usuário, se dá pelo fato de que esta portaria considera essencial que o prontuário do vaso de pressão fornecido pelo fabricante ateste na íntegra que o produto foi projetado e fabricado de acordo com as normas de segurança exigidas, deixando clara a responsabilidade do fabricante quanto ao seu cumprimento.

Além do prontuário, os demais documentos que devem ser providenciados pelo usuário, cuja inexistência também pode resultar em sansões legais, tal que no caso do prontuário, são:

  • Registro de segurança (em conformidade com o sub-item 13.6.5 da NR13). Determina a abertura de livro ou sistema equivalente confiável para registro de:
    a) Todas as ocorrências importantes capazes de influir nas condições de segurança dos vasos;
    b) As ocorrências de inspeção de segurança.
  • Projeto de Instalação (em conformidade com o sub-item 13.7 da NR13). Documento que determina cuidados no ambiente onde será instalado o produto, de forma que permita manuseio e manutenção preventiva e corretiva seguras.
  • Projeto de alterações ou reparo (caso ocorra, devem estar em conformidade com os sub-itens 13.9.2 e 13.9.3 da NR 13). Tratam da conformidade das manutenções que poderão ocorrer nos vasos de pressão, que deverão ser as mesmas empregadas pelo fabricante e a norma que este utiliza.
  • Relatórios de inspeção (em conformidade com o sub-item 13.10.8 da NR 13). Sistema de acompanhamento feito pelo responsável técnico de segurança para as inspeções periódicas, determinadas pela NR 13 e também pelo fabricante, de acordo com o códiog de projeto.

Para instalação e manutenção do vaso de pressão, a NR 13 exige que o proprietário solicite o serviço de um profissional habilitado, que tenha registro junto ao CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura)

Confira outros Serviços Prestados:

Saiba mais Locação

Saiba mais Tubulação de Ar

Saiba mais Assistência Técnica Autorizada

Saiba mais Contrato de Manutenção Preventiva